Economia do Paraná

A Secretaria de Estado da Fazenda apresenta estudos sobre a economia e os principais desafios que o estado enfrenta, além de informações complementares sobre as finanças públicas estaduais, de forma a colaborar para que os gestores públicos e, principalmente, o cidadão consigam acompanhar os rumos do Estado.

 
Boletins econômicos

Produzidos mensalmente a partir de outubro de 2019, os boletins reúnem os indicadores econômicos que permitem o acompanhamento dos dados e a observação das tendências da economia paranaense. Com isso, fica mais claro conhecer os rumos e o ritmo dos acontecimentos.

 
2020

O surgimento da Covid-19 provocou tanto uma crise de saúde pública, quanto queda da atividade econômica. Tendo em vista as incertezas quanto a sua dimensão e extensão temporal, foram elaborados três possíveis cenários para os efeitos sobre PIB, emprego e finanças públicas no Paraná. Independente do cenário analisado (variando apenas em intensidade), calcula-se que haverá queda real do PIB, aumento do desemprego e redução da arrecadação de ICMS, principal fonte de recurso do Estado, o que afetará o equilíbrio das finanças públicas.

O crescimento do PIB (total) nacional para 2020 tem sido revisto para baixo ao longo de fevereiro. A maior revisão ocorreu na expectativa para o primeiro trimestre, mas tem sido mantida a trajetória de aumento da taxa de crescimento ao longo do ano.

A atividade econômica no Estado do Paraná cresceu 2,11% no acumulado dos 12 meses até novembro de 2019. Considerando o desempenho por setor para o mesmo período, a indústria de transformação cresceu 5,0%, enquanto o indicador para o Brasil apresentou queda de 1,3%. O comércio varejista ampliado também teve crescimento no período, embora mais moderado, de 2,8%. O setor de serviços, por outro lado, mostrou queda de 2,2% nesse ínterim.

 
2019

A atividade econômica no Estado do Paraná cresceu 2,45% no acumulado nos 12 meses até outubro de 2019. Considerando o desempenho por setor para o mesmo período, a indústria de transformação cresceu 5,9%, enquanto o indicador para o Brasil apresentou queda de 1,3%. O comércio varejista ampliado também teve crescimento no período, embora mais moderado, de 2,7%. O setor de serviços, por outro lado, mostrou queda de 2% nesse ínterim.

A atividade econômica no Estado do Paraná cresceu 2,4% nos últimos 12 meses até setembro de 2019. Considerando o desempenho por setor para o mesmo período, a indústria de transformação cresceu 5,2%, enquanto o indicador para o Brasil apresentou queda de 1,4%. O comércio varejista ampliado também teve crescimento no período, embora mais moderado, de 2,8%. O setor de serviços, por outro lado, mostrou queda de 1,6% nesse ínterim.

A atividade econômica no Estado do Paraná cresceu 2,4% no período de janeiro a agosto de 2019, em relação ao mesmo período de 2018. Considerando o desempenho por setor, a indústria de transformação cresceu 6,5%, enquanto o indicador para o Brasil apresentou queda de 1,7%. O comércio varejista ampliado também teve crescimento no período, embora mais moderado, de 2,3%. O setor de serviços, por outro lado, mostrou queda de 2,4% nesse ínterim.

 

 
Infográficos

Para aumentar a compreensão da economia e do setor público estadual paranaense, são publicados infográficos com temas selecionados. A proposta é levar a todos os cidadãos informações de forma mais simples, avançando para tornar o governo mais participativo.

Infográfico com o resumo visual das principais informações do Orçamento 2020, contidas no Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA), entregue pelo Governo do Estado para apreciação da Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP).

Infográfico com o resumo visual das principais informações do Orçamento 2021, contidas no Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA), entregue pelo Governo do Estado para apreciação da Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP).