Transparência

Serviços

Notícias

25/07/2019

Fazenda promove cidadania fiscal entre as crianças

A cidadania fiscal e a formação de cidadãos mais conscientes são o foco do XVIII Seminário Paranaense de Educação Fiscal, realizado nesta quinta-feira (25) e sexta-feira (26) em Paiçandu, no Noroeste do Estado. Mais de 550 professores da rede municipal de cidades da região estão reunidos para receber capacitação de incentivo à participação democrática na gestão pública.

Promoção da Secretaria de Estado da Fazenda, da Universidade Estadual de Maringá e vários parceiros, o encontro oferece palestras, debates e inúmeras atividades culturais, entre elas uma peça teatral e um show musical, sempre com temas relacionados à cidadania fiscal.

“A proposta é levar a reflexão também por meio da arte, um caminho mais imediato e efetivo de despertar o interesse das pessoas”, comenta a auditora fiscal Rosa Fátima dos Santos, coordenadora de Educação Fiscal do Paraná, lotada na Delegacia da Receita Estadual de Maringá.

O programa de Educação Fiscal do Paraná, também desenvolvido pela Escola Fazendária, parte de duas premissas – a importância social do tributo, do qual depende a manutenção dos serviços públicos, como educação e saúde; e a necessidade de controle social exercido pela população.

“Num país onde as estatísticas mostram que 80% das crianças e adolescentes dependem da escola pública para ter acesso à educação, é enorme a importância dos tributos e, mais ainda, que a sociedade compreenda seu papel, não apenas como contribuinte de impostos mas também como participante das decisões”, avalia a auditora fiscal.

Para os alunos da rede pública, os professores levam o conhecimento e o incentivo para que participem do Concurso de Redação e do Concurso de Frases e Desenhos sobre Cidadania Fiscal que estão em andamento, envolvendo os 25 municípios vinculados ao Núcleo Regional de Educação de Maringá. Os vencedores recebem prêmios como videogames e eletrônicos.

LEIGOS – A população em geral dos municípios não foi esquecida. Para os interessados, o programa de Educação Fiscal apresenta a mesma peça – “O Auto da Barca do Fisco” – em teatros da região. Sábado à noite, a sessão será na Casa de Cultura de Porecatu, às 20 horas.

No domingo (28), a apresentação será em Palotina, também às 20 horas, na Casa de Cultura local. “Queremos levar a reflexão para a comunidade a respeito da cidadania fiscal por meio da arte”, comenta Rosa dos Santos.

COMÉDIA – A peça “O Auto da Barca do Fisco” está em cartaz desde 2004. Trata-se de uma comédia sobre cidadania encenada por funcionários públicos da UEM, Receita Federal, Receita Estadual e Núcleo de Educação de Maringá.

Foi escrita pelo professor Marcílio Hubner de Miranda Neto, inspirada no “Auto da Barca do Inferno”, de Gil Vicente, e no “Auto da Compadecida”, de Ariano Suassuna. Já foi apresentada em muitas cidades do Paraná, São Paulo, Minas Gerais, Brasília, Rio de Janeiro e Santa Catarina.

O show musical “Música e Poesia para falar de cidadania” é apresentado por funcionários da Universidade Estadual de Maringá.

O próximo seminário será realizado em Assis Chateaubriand, na próxima terça-feira (30).

PARCEIROS – O Seminário de Educação Fiscal é realizado em parceria com a prefeitura e a Secretaria de Educação do município em questão, neste caso, Paiçandu; com o Sindicato dos Auditores do Paraná e a Receita Federal.

Arquivo anexado:

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.