Certificado Digital

Transparência

Serviços

Notícias

17/05/2017

Três mães, de Londrina, Umuarama e Curitiba, ganharam prêmios de maio do Nota Paraná

Os principais prêmios de maio do Programa Nota Paraná, de R$ 80 mil, R$ 120 mil e R$ 200 mil, foram para três mães, moradoras de Londrina, Umuarama e Curitiba. Elas pediram “CPF na nota” em compras do varejo e foram sorteadas em um mês especial, quando os valores são multiplicados por quatro.

Os prêmios foram entregues nesta quarta-feira (17), pelo governador Beto Richa e o secretário de Estado da Fazenda, Mauro Ricardo Costa, em solenidade no Palácio Iguaçu, em Curitiba.

A socióloga Schirle Margaret dos Reis Branco, de 65 anos e moradora de Curitiba, entrou no programa para combater a sonegação e foi a grande ganhadora do mês. Ela recebeu um cheque de R$ 200 mil. Não é a primeira vez que Schirle leva um prêmio especial em sorteio em comemoração ao Dia das Mães. Ela contou que em maio de 1994 participou de uma campanha de um shopping da capital paranaense e ganhou um apartamento.

Agora, quer investir o prêmio do Nota Paraná na carreira da filha, formada recentemente em medicina. “Estou muito contente. Agora a vida vai ser mais feliz, vou sorrir mais. Quero ajudar a minha filha na profissão e quem sabe viajar um pouco”, afirmou. Ela garante que continuará pedindo CPF na nota e, quem sabe, ser sorteada novamente no futuro. “Isso é importante. O consumidor, mesmo depois de ser premiado, continua participando do programa e dos sorteios. Nem que seja uma água, sempre peço o CPF na nota”, afirmou.

Maria Odete Vieira, 54 anos, auxiliar administrativa aposentada do Governo do Paraná e moradora de Umuarama, ganhou o segundo maior prêmio, no valor de R$ 120 mil. “Até chorei quando fiquei sabendo. Foi uma emoção muito grande”, contou ela, que é mãe de duas filhas e também já tem planos para o dinheiro. “Pretendo doar o valor para elas. O presentão do Dia das Mães será delas”.

O prêmio de R$ 80 mil saiu para a professora Cintia Benedita dos Santos Paixão, 32 anos, de Londrina. Ela também é mãe de uma menina e ganhou diversos bilhetes do Programa Nota Paraná quando comprou um carro, em janeiro. “Tive o meu automóvel furtado e em razão disso precisei comprar outro veículo. Como o valor foi um pouco maior, consegui ganhar vários bilhetes e tive a felicidade de ser sorteada”, afirmou. O valor do prêmio será para concluir a construção da casa própria.

MELHORA SERVIÇOS - O governador Beto Richa afirmou que o programa Nota Paraná se mostra a cada dia um eficiente mecanismo de combate à sonegação fiscal. “O programa ajuda os empresários no combate a concorrência desleal. É também um programa de devolução de recursos, que reduz a carga tributária individual do contribuinte. Além disso, há o grande benefício que, ampliando a receita do Estado, melhoramos os serviços públicos prestados para a população”, afirmou.

Na solenidade, Richa disse que será criado um painel para contabilizar a devolução dos recursos do programa Nota Paraná. “Diferente de outras iniciativas, como a do painel do impostômetro, que contabiliza em tempo real a carga tributária paga pelo consumidor, nós vamos lançar o painel devolutômetro”, disse Richa.

GANHOS COLETIVOS - O secretário da Fazenda, Mauro Ricardo Costa, também fez questão de frisar os ganhos coletivos do programa Nota Paraná. “O principal ganhador é a população do Paraná, que nas suas compras tem a possibilidade de ter uma redução na carga tributária individual. E a receita adicional que o governo do estado recebe é revertida em melhoria dos serviços da educação, saúde, segurança pública e assistência social”, afirmou Costa.

Atualmente, informou Costa, aproximadamente 1,5 milhão de pessoas já se cadastraram no programa e estão tendo a oportunidade de receber o retorno do imposto.

Além de devolver parte do ICMS pago pelos contribuintes, todos os meses, o Nota Paraná sorteia 250 mil prêmios em dinheiro. Os três maiores são de R$ 50 mil, R$ 30 mil e R$ 20 mil e, em datas especiais, como o Natal, mês das mães, dos namorados, dos pais e das crianças, eles são quadruplicados para R$ 80 mil, R$ 120 mil e R$ 200 mil. Os outros prêmios têm valores menores, de R$ 10, R$ 20, R$ 50, R$ 250 e R$ 1 mil.

Até agora, foram distribuídos 4,5 milhões de prêmios em 18 sorteios, que somam R$ 53 milhões. Toda primeira compra do mês gera um bilhete, independentemente do valor. Depois, cada R$ 50 em notas fiscais dá direito a um novo bilhete, com validade apenas para o sorteio do seu respectivo período. O mesmo CPF pode receber mais de um prêmio no sorteio.

O programa também liberouR$ 22 milhões a cerca de mil instituições sociais sem fins lucrativos cadastradas no programa. Elas atuam nas áreas de assistência social, saúde, defesa e proteção animal, desportiva e cultural e passaram a fazer campanhas e disponibilizar urnas no comércio para recebimento de doações de documentos fiscais.

Arquivo anexado:

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.